<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d17438737\x26blogName\x3dPensar+de+Alto\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dTAN\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://pensardealto.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://pensardealto.blogspot.com/\x26vt\x3d3723253789723581049', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script><!-- --><div id="flagi" style="visibility:hidden; position:absolute;" onmouseover="showDrop()" onmouseout="hideDrop()"><div id="flagtop"></div><div id="top-filler"></div><div id="flagi-body">Notify Blogger about objectionable content.<br /><a href="http://help.blogger.com/bin/answer.py?answer=1200"> What does this mean? </a> </div></div><div id="b-navbar"><a href="http://www.blogger.com/" id="b-logo" title="Go to Blogger.com"><img src="http://www.blogger.com/img/navbar/3/logobar.gif" alt="Blogger" width="80" height="24" /></a><form id="b-search" name="b-search" action="http://search.blogger.com/"><div id="b-more"><a href="http://www.blogger.com/" id="b-getorpost"><img src="http://www.blogger.com/img/navbar/3/btn_getblog.gif" alt="Get your own blog" width="112" height="15" /></a><a id="flagButton" style="display:none;" href="javascript:toggleFlag();" onmouseover="showDrop()" onmouseout="hideDrop()"><img src="http://www.blogger.com/img/navbar/3/flag.gif" name="flag" alt="Flag Blog" width="55" height="15" /></a><a href="http://www.blogger.com/redirect/next_blog.pyra?navBar=true" id="b-next"><img src="http://www.blogger.com/img/navbar/3/btn_nextblog.gif" alt="Next blog" width="72" height="15" /></a></div><div id="b-this"><input type="text" id="b-query" name="as_q" /><input type="hidden" name="ie" value="UTF-8" /><input type="hidden" name="ui" value="blg" /><input type="hidden" name="bl_url" value="gatas-qb.blogspot.com" /><input type="image" src="http://www.blogger.com/img/navbar/3/btn_search_this.gif" alt="Search This Blog" id="b-searchbtn" title="Search this blog with Google Blog Search" onclick="document.forms['b-search'].bl_url.value='gatas-qb.blogspot.com'" /><input type="image" src="http://www.blogger.com/img/navbar/3/btn_search_all.gif" alt="Search All Blogs" value="Search" id="b-searchallbtn" title="Search all blogs with Google Blog Search" onclick="document.forms['b-search'].bl_url.value=''" /><a href="javascript:BlogThis();" id="b-blogthis">BlogThis!</a></div></form></div><script type="text/javascript"><!-- var ID = 6860457;var HATE_INTERSTITIAL_COOKIE_NAME = 'dismissedInterstitial';var FLAG_COOKIE_NAME = 'flaggedBlog';var FLAG_BLOG_URL = 'http://www.blogger.com/flag-blog.g?nav=3&toFlag=' + ID;var UNFLAG_BLOG_URL = 'http://www.blogger.com/unflag-blog.g?nav=3&toFlag=' + ID;var FLAG_IMAGE_URL = 'http://www.blogger.com/img/navbar/3/flag.gif';var UNFLAG_IMAGE_URL = 'http://www.blogger.com/img/navbar/3/unflag.gif';var ncHasFlagged = false;var servletTarget = new Image(); function BlogThis() {Q='';x=document;y=window;if(x.selection) {Q=x.selection.createRange().text;} else if (y.getSelection) { Q=y.getSelection();} else if (x.getSelection) { Q=x.getSelection();}popw = y.open('http://www.blogger.com/blog_this.pyra?t=' + escape(Q) + '&u=' + escape(location.href) + '&n=' + escape(document.title),'bloggerForm','scrollbars=no,width=475,height=300,top=175,left=75,status=yes,resizable=yes');void(0);} function blogspotInit() {initFlag();} function hasFlagged() {return getCookie(FLAG_COOKIE_NAME) || ncHasFlagged;} function toggleFlag() {var date = new Date();var id = 6860457;if (hasFlagged()) {removeCookie(FLAG_COOKIE_NAME);servletTarget.src = UNFLAG_BLOG_URL + '&d=' + date.getTime();document.images['flag'].src = FLAG_IMAGE_URL;ncHasFlagged = false;} else { setBlogspotCookie(FLAG_COOKIE_NAME, 'true');servletTarget.src = FLAG_BLOG_URL + '&d=' + date.getTime();document.images['flag'].src = UNFLAG_IMAGE_URL;ncHasFlagged = true;}} function initFlag() {document.getElementById('flagButton').style.display = 'inline';if (hasFlagged()) {document.images['flag'].src = UNFLAG_IMAGE_URL;} else {document.images['flag'].src = FLAG_IMAGE_URL;}} function showDrop() {if (!hasFlagged()) {document.getElementById('flagi').style.visibility = 'visible';}} function hideDrop() {document.getElementById('flagi').style.visibility = 'hidden';} function setBlogspotCookie(name, val) {var expire = new Date((new Date()).getTime() + 5 * 24 * 60 * 60 * 1000);var path = '/';setCookie(name, val, null, expire, path, null);} function removeCookie(name){var expire = new Date((new Date()).getTime() - 1000); setCookie(name,'',null,expire,'/',null);} --></script><script type="text/javascript"> blogspotInit();</script><div id="space-for-ie"></div>

sexta-feira, novembro 11, 2005

Confissão

Confesso que sei que nada sei.
O que em bom rigor até devia funcionar a meu favor, que a ignorância assumida é o primeiro passo para a aquisição de conhecimentos.
Mas, vá-se lá saber porquê, isso comigo não funciona.
Porque és homem, dirão aquelas que acham que o facto de se ser do sexo masculino nos limita a capacidade de aprendizagem.
Verdade seja dita que alguma razão terão, sobretudo se invocarem como fundamento o nosso defeito congénito para nunca fazer perguntas a estranhos.Podemos não fazer ideia de onde fica a rua que procuramos numa cidade desconhecida, mas preferimos passar o dia às voltas a dar a conhecer a terceiros o nosso desnorte. Homem que é homem não se perde, anda é a conhecer novos mundos.
E, nesse aspecto (como em muitos outros), as mulheres são muito mais pragmáticas.
Em situação idêntica, sacam do sorriso mais cativante, que de tão cativante até nos chama parvos, e pergunta logo a um de nós onde fica a rua que procura. E, pior ainda, até pergunta sem precisar porque sabe onde fica.Pergunta, muitas vezes, apenas pelo prazer que lhe dá ver o papalvo que somos, desfazer-se em simpatia perante aquele sorriso, a esfalfar-se a correr à frente do carro que ela conduz até a levar ao porto desejado. E, deitando os bofes pela boca, lá vamos abrindo caminho à frente do dito, olhando de esguelha para a condutora que nos segue, com um sorriso triunfante, para gáudio dela e da amiga (sim, porque nestas ocasiões elas têm sempre uma amiga ao lado ; não é só quando vão à casa de banho).
Mas, dizia eu, o facto de me saber um verdadeiro ignorante pouco tem contribuído para que eu abra os olhos. E isso tem-me tirado muitas horas de sono.
Chego a passar noites em branco a pensar no assunto.
Não, não estou bem, sei que é isso que pensam.
Direi mesmo que não só não estou bem, como também não estou aqui bem ou, como agora se diz, não toukibem.
Ando neste Mundo enganado, disso não tenho dúvidas.
Melhor dizendo, eu sou um produto de um erro de classificação. Quando nasci fui considerado como pertencendo à classe dos mamíferos (a que pertenço com muito orgulho assumindo-me como sendo um e dos grandes), mas por qualquer razão que a ciência desconhece, entre muitas outras classificações que me foram atribuídas e que me dispenso, por ora, de enumerar, fui considerado no grupo dos animais racionais, o que, como agora é bom de ver, aconteceu por mero engano.
Ora, se eu não tenho capacidade de adquirir conhecimentos, mesmo sabendo que sou ignorante, não era essa a classificação que me deveria ter sido atribuída.Não, de forma alguma. Foi manifestamente um erro.
Mas uma vez que andei tantos anos enganado, que algum benefício possa tirar do erro que não foi meu, sendo-me, para tanto, concedido o privilégio de escolher o animal (irracional) que, de ora em diante, passo a ser.
E qual, Carlos, qual é o animal que queres ser? Perguntarão todos os que se preocupam com a minha futura condição.
Pois, muito bem, vou aqui revelar em primeira mão a minha opção.
Eu quero ser Burro, um Burro por convicção e não porque alguém assim me chama.Não.A partir de hoje serei um Burro convicto e que ninguém ouse pensar o contrário.
Chamem-me, pois Burro, que não me ofendem.
Estão é a chamar por mim.
P.S.Já agora que me seja concedido mais um privilégio.Que possa continuar a adorar as mulheres, por serem como são. E a apreciar os seus olhos também (Pedi dois privilégios?Pois, sou burro e não sei contar).
10 Comments:
Anonymous BReal said...

Nós sabemos que tudo sabes.
Homem que é Homem perde-se, principalmente a conduzir mulheres! Levá-las a bom porto não é tarefa fácil, só os burros é que conseguem porque estão habituados a puxar a carroça. Os inteligentes deslocam-se de carro e não se perdem. Ainda bem que ainda existem Homens burros, que por serem burros têm uma cabeça entre as orelhas. O pior é que são uns animais em vias de extinção, e quando se extinguirem de vez quem vai puxar a carroça?

P.S. Mulher que é Mulher não precisa de um burro para puxar a carroça!

11/12/2005 3:52 da manhã  
Blogger AnAni said...

Estava à espera do texto em que não percebia ou não concordava ou achava que querias, simplesmente (e porque não?), brincar com palavras e lógicas de argumentos. Esse texto chegou. Aplaudo-te por isso.
Beijinhos

11/13/2005 12:46 da tarde  
Blogger Tiago_e_Sofia said...

pois eu acho que de burro não tens nada!!!
Adorei o texto!!!
Confesso, adoro vêr a cara de vocês homens, qd paramos e vos perguntamos algo na rua... lol :)
Beijokas
Sofia

11/13/2005 2:58 da tarde  
Anonymous Manefta said...

lololl e eu que pensava que eras urso. Mas burro parece-me bem. Têm imensos atributos, que agora não interessa nada. lol Mas se nós gostamos de vcs burros quando nos apetece, pk não ser burro? Burro seja. Mas acho que és um burro giro, já te assumes com o distanciamento necessário, ou seja, as coisas vão a passar por ti, tu vês que estás a ser um ganda burro, ( isto pk foste mal classificado e tal ), mas acabas por ser burro na mesma. Eu tb sou um bocado burra incorável, mas já mais burra, de modos que um dia destes ainda chego a ursa e quiça... a parva. Nunca se sabe loll beijos

11/13/2005 4:44 da tarde  
Anonymous Manefta said...

As calinadas na gramática são produto da burrice , tá! Sou burra e não sei escrever. lololll :S

11/13/2005 4:46 da tarde  
Blogger Borboleta said...

Dá muito jeito fazer de idiota para ver até onde os outros são capazes de nos querer levar. Tu... tu não tens mesmo nada de burro no sentido que todos conhecemos. Se achas que és Burro, é de facto por estares em vias de extinção, pois esse humor não é habitual em muita gente e porque os burros para mim têm uma qualidade extraordinária: não fazem NADA que não queiram fazer..isso é ser burro?

Parabéns pelo texto :) gostei

11/14/2005 10:22 da manhã  
Blogger Amanda said...

e se ouvirmos gritar: BURROS!!! olharemos os dois!

11/14/2005 6:19 da tarde  
Blogger MINETE REAL said...

a moral da historia e depois de ler os comentarios das senhoras/meninas que frequentam o blog do meu querido Carlos, e a seguinte:

Não maltratem os Burros, pq eles sao animais em vias de extinção.

Para quem nunca viu um burro , aqui fica uma foto para mais tarde recordar

http://photos1.blogger.com/blogger/1681/581/1600/M4pmJ3XV[1].0.jpg

Sim..pq os animais sao nossos amigos :) Ahh equando me refiro ao burro, falo quer no masculino quer no feminino..embroa eu tenha ouvido mtas vezes a minha mae dizer...nao podes ver uma burra de saias :)))

11/15/2005 12:35 da manhã  
Blogger Carlos said...

BReal
Carroça onde tu fosses não me seria difícil de suportar....lol
Beijo


Anani
Isto de ser burro não é linear?....
Beijo

Tiago e Sofia
Obrigado pelo vosso caridoso discordar.
É bom ver-vos de volta.
Beijo e Abraço

Manefta
O Urso foi uma hipótese que esteve em equação, mas optei pelo Burro por causa das orelhas....
Beijo

Borboleta Assanhada
Admiro a tua paciência a tentar convencer-me daquilo que não sou...mas olha que gostava de ser como tu me descreves....
Beijo

Amanda
É uma honra emparceirar contigo.
Obrigado pela visita.
Beijo

Minete
Um Burro com vistas dessas é que eu gostava de ser....mas até palas tenho.
Abraço, Amigo

11/15/2005 4:51 da tarde  
Blogger AnAni said...

Isso de ser burro é linear (embora mentira). O resto já nem tanto.

11/16/2005 11:30 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home