<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d17438737\x26blogName\x3dPensar+de+Alto\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dTAN\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttps://pensardealto.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://pensardealto.blogspot.com/\x26vt\x3d-2928701954602089090', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script><!-- --><div id="flagi" style="visibility:hidden; position:absolute;" onmouseover="showDrop()" onmouseout="hideDrop()"><div id="flagtop"></div><div id="top-filler"></div><div id="flagi-body">Notify Blogger about objectionable content.<br /><a href="http://help.blogger.com/bin/answer.py?answer=1200"> What does this mean? </a> </div></div><div id="b-navbar"><a href="http://www.blogger.com/" id="b-logo" title="Go to Blogger.com"><img src="http://www.blogger.com/img/navbar/3/logobar.gif" alt="Blogger" width="80" height="24" /></a><form id="b-search" name="b-search" action="http://search.blogger.com/"><div id="b-more"><a href="http://www.blogger.com/" id="b-getorpost"><img src="http://www.blogger.com/img/navbar/3/btn_getblog.gif" alt="Get your own blog" width="112" height="15" /></a><a id="flagButton" style="display:none;" href="javascript:toggleFlag();" onmouseover="showDrop()" onmouseout="hideDrop()"><img src="http://www.blogger.com/img/navbar/3/flag.gif" name="flag" alt="Flag Blog" width="55" height="15" /></a><a href="http://www.blogger.com/redirect/next_blog.pyra?navBar=true" id="b-next"><img src="http://www.blogger.com/img/navbar/3/btn_nextblog.gif" alt="Next blog" width="72" height="15" /></a></div><div id="b-this"><input type="text" id="b-query" name="as_q" /><input type="hidden" name="ie" value="UTF-8" /><input type="hidden" name="ui" value="blg" /><input type="hidden" name="bl_url" value="gatas-qb.blogspot.com" /><input type="image" src="http://www.blogger.com/img/navbar/3/btn_search_this.gif" alt="Search This Blog" id="b-searchbtn" title="Search this blog with Google Blog Search" onclick="document.forms['b-search'].bl_url.value='gatas-qb.blogspot.com'" /><input type="image" src="http://www.blogger.com/img/navbar/3/btn_search_all.gif" alt="Search All Blogs" value="Search" id="b-searchallbtn" title="Search all blogs with Google Blog Search" onclick="document.forms['b-search'].bl_url.value=''" /><a href="javascript:BlogThis();" id="b-blogthis">BlogThis!</a></div></form></div><script type="text/javascript"><!-- var ID = 6860457;var HATE_INTERSTITIAL_COOKIE_NAME = 'dismissedInterstitial';var FLAG_COOKIE_NAME = 'flaggedBlog';var FLAG_BLOG_URL = 'http://www.blogger.com/flag-blog.g?nav=3&toFlag=' + ID;var UNFLAG_BLOG_URL = 'http://www.blogger.com/unflag-blog.g?nav=3&toFlag=' + ID;var FLAG_IMAGE_URL = 'http://www.blogger.com/img/navbar/3/flag.gif';var UNFLAG_IMAGE_URL = 'http://www.blogger.com/img/navbar/3/unflag.gif';var ncHasFlagged = false;var servletTarget = new Image(); function BlogThis() {Q='';x=document;y=window;if(x.selection) {Q=x.selection.createRange().text;} else if (y.getSelection) { Q=y.getSelection();} else if (x.getSelection) { Q=x.getSelection();}popw = y.open('http://www.blogger.com/blog_this.pyra?t=' + escape(Q) + '&u=' + escape(location.href) + '&n=' + escape(document.title),'bloggerForm','scrollbars=no,width=475,height=300,top=175,left=75,status=yes,resizable=yes');void(0);} function blogspotInit() {initFlag();} function hasFlagged() {return getCookie(FLAG_COOKIE_NAME) || ncHasFlagged;} function toggleFlag() {var date = new Date();var id = 6860457;if (hasFlagged()) {removeCookie(FLAG_COOKIE_NAME);servletTarget.src = UNFLAG_BLOG_URL + '&d=' + date.getTime();document.images['flag'].src = FLAG_IMAGE_URL;ncHasFlagged = false;} else { setBlogspotCookie(FLAG_COOKIE_NAME, 'true');servletTarget.src = FLAG_BLOG_URL + '&d=' + date.getTime();document.images['flag'].src = UNFLAG_IMAGE_URL;ncHasFlagged = true;}} function initFlag() {document.getElementById('flagButton').style.display = 'inline';if (hasFlagged()) {document.images['flag'].src = UNFLAG_IMAGE_URL;} else {document.images['flag'].src = FLAG_IMAGE_URL;}} function showDrop() {if (!hasFlagged()) {document.getElementById('flagi').style.visibility = 'visible';}} function hideDrop() {document.getElementById('flagi').style.visibility = 'hidden';} function setBlogspotCookie(name, val) {var expire = new Date((new Date()).getTime() + 5 * 24 * 60 * 60 * 1000);var path = '/';setCookie(name, val, null, expire, path, null);} function removeCookie(name){var expire = new Date((new Date()).getTime() - 1000); setCookie(name,'',null,expire,'/',null);} --></script><script type="text/javascript"> blogspotInit();</script><div id="space-for-ie"></div>

quarta-feira, novembro 16, 2005

Que Chatice de Pergunta

Há coisas que não se entendem.
Por muito que me esforce não consigo compreender porque raio uma mulher tem a mania de massacrar o homem que lhe é mais próximo com uma pergunta que, ou muito me engano, lhes foi ensinada logo no berço.E fazem-na sempre e desde tenra idade àqueles que lhes são mais queridos.
Invariavelmente com o mesmo resultado, o que, se de pessoas inteligentes se tratassem, as levaria a concluir rapidamente que de uma pergunta parva se tratava.
Mas não.Insistem. E nunca se ficam pela vez única, insistem na pergunta até à exaustão, o que, como é bom de ver, deixa qualquer homem que se preze possesso.
O que bem se compreende, porque ninguém gosta de estar sempre a ouvir perguntar-lhe algo para que nenhum tem resposta .
E homem não é de ferro, a mulher é que é teimosa.
Sei que, por esta altura, estarão a pensar que não há pergunta que não tenha resposta.
Nada mais enganador. Essa é uma daquelas afirmações que se faz, invocando, para tanto e como fundamento, a proverbial sabedoria popular.
Ora, todos sabemos que se há coisa que o povo não tem é rigor científico, pelo que a expressão em causa carece de fundamentação digna desse nome.
Há perguntas que não têm resposta e pronto,está demonstrado.
Mas, dizia eu, que por muito que me esforce, não consigo perceber porque continuam a fazer aquela pergunta, tanto mais que, concedo, até sabem que o homem que lhes é querido não tem resposta alguma.
Suspeito mesmo que até sabem que eles não a têm e que só a fazem com uma insistência quase doentia, por razões de mero sadismo.Mera suspeita, reafirmo, pois quero crer que mulher alguma seria capaz de o ser. Mas lá que parece...
E, o pior, é que não há homem que não se esforce para a fazer perceber que a pergunta não tem resposta.
E tenta tudo, mesmo tudo.
Ele diz que não sabe, ele cala-se, ele berra, ele ameaça, ele às vezes excede-se, ele às vezes é uma besta, mas elas não percebem ou não querem perceber.
Insistem em ignorar a impossiblidade já científicamente demonstrada.
Aqui, no entanto, vejo-me obrigado a criticar os do meu sexo, o que faço com enorme dificuldade, embora esteja certo que esta excepção me será relevada, face aos meus antecedentes de solidariedade para com eles, tão sobejamente demonstrados ao longo dos meus últimos textos.
Desculpem lá então, camaradas, prometo não repetir, mas tenho cá para mim que a mulher, apesar de tudo, quando essa pergunta faz, não quer saber a resposta.
Acho mesmo que é o que menos lhe interessa.Só quer que da vossa imaginação brote qualquer palavra que a leve a sentir merecedora de uma qualquer justificação.
E mulher que se basta com isso não é a resposta que procura.
Digo isto, que também não está comprovado cientificamente, porque entendo que pior que fazer a pergunta em questão, é nada lhe perguntar.
E isso também acontece muito.Sobretudo quando muitas são as vezes que sem resposta fica.
Aí a mulher não pergunta.Olha.E olha fixamente nos olhos.De uma forma que só uma mulher sabe olhar e que deixa um homem reduzido a uma estranha insignificância.
É talvez das poucas vezes que um simples olhar nos faz sentir pequeninos e arrependidos, mas acontece muito ou, pelo menos, mais vezes do que uma mulher merece.
Daí que, tendo ponderado os prós e os contras, sou de opinião que mais vale responder à pergunta.
Tantas e tantas vezes quantas as que for feita
Até porque qualquer resposta é boa, em princípio.
O fim é que não me parece bom quando sem resposta fica uma mulher que nos pergunta: Porquê?
11 Comments:
Blogger AnAni said...

Solidariedade com os do teu sexo? Aonde? Quando? Porquê? :-)
Porque é que gostas de mim? É isso? :-)
E hoje fui a primeira!!!

11/16/2005 11:27 da tarde  
Blogger Borboleta said...

Perguntamos porque gostamos do ar embaração com que os do teu sexo fica quando lhe fazemos a pergunta :)
Nunca é a resposta o que ansiamos quando perguntamos, mas sim a expressão com que ficam quando pensam na resposta.
Já agora..Porquê?

11/17/2005 10:07 da manhã  
Blogger Amanda said...

Queres saber a resposta? Ou queres que te faça a pergunta? :)

11/17/2005 11:10 da manhã  
Anonymous BReal said...

As perguntas são sempre uma chatisse, obrigam-nos a pensar, e pensar é coisa que dá muito trabalho. E depois depende da pergunta, se a pergunta nos for conveniente e, respondermos com sinceridade, expomo-nos, se não for, temos de mentir. Mais uma chatisse! Não me parece é que seja coisa de Mulher, mas sim de todos aqueles que a maior parte das vezes também não têm (ou não podem dar) respostas. E ainda há os que respondem a uma pergunta com outra pergunta - o que também me parece bastante esclarecedor!.
O melhor mesmo é não fazermos perguntas e darmos as respostas antes das perguntas, porque mente sã em corpo satisfeito não tem duvidas, mas uma necessidade constante de aprendizagem.
Já agora, vou aproveitar o momento para fazer uma pergunta: Qual é a pergunta que as mulheres estão sempre a perguntar?

11/17/2005 11:41 da manhã  
Anonymous BReal said...

errata: onde se lê "chatisse" deverá ler-se "chatice" (estou a ficar loira) LOL

11/17/2005 2:25 da tarde  
Blogger Tiago_e_Sofia said...

ora nem mais... :)
eu confesso que sou adepta ferverosa da palavra porquê!!! :)
Adoro perguntar o porquê de TUDOOOO ... é mais forte do que eu... lol :)
Mas PORQUÊ que eu gosto tanto do PORQUÊ???? hihihih :)
Beijokas

11/17/2005 4:51 da tarde  
Anonymous hotman said...

Estou como a Breal...afinal qual é pergunta..???
que por vezes são chatas...são!!!
mas devo ser masoquista....mesmo assim gosto delas...!:)
um abraço!

11/17/2005 6:40 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

E porque não se pode perguntar «porquê» se é a partir dos «porquês» e das respostas aos mesmos que aprendemos?
Até porque, o que seria de vocês sem os nossos porquês?

Mas porque te deu agora para matutares nisto?
;-)


Beijo doce

11/17/2005 11:40 da tarde  
Anonymous Manefta said...

Eu espero que tenhas muita, mas muita gente a chatear-te com os Porquês , até porque é bom. Alguém que nos melga, é alguém que interesse em nós tem, ou então não tem mais nada para fazer de momento, mas se tivermos em conta que somos milhões neste mundo, e no preciso momento em que nada há pra fazer alguém nos escolhe...é pá é bom né.
Mas é chato é, uma pessoa ás tantas fica...tipo, eu sei lá carago. O que é giro, porque descobrimos algo completamente banal para pensar lol E dizes tu, e porquê que isso é bom? Ora lá estás tu com perguntas sem resposta, né.
Além do mais devemos sempre responder a quem nos faz perguntas, ou pelo menos devemos esforçar-nos a valer por isso, é um exercicio mental, se a pessoa que nos pergunta não merece essa consideração, de levar com uma resposta decente, um vai á merda, fica sempre bem.
lol Benhe, e vou ler o outro post, que isto por estes lados é sempre a andar. Beijo

11/17/2005 11:56 da tarde  
Blogger Carlos said...

Anani
A primeira tem sempre privilégios e não sendo, normalmente, algo de especial, é sempre inequecível....consta-me, porque só sei de ouvir dizer.
Sim, realmente não tenho sido muito solidário com os do meu sexo...prometo melhorar.
Porque gosto de ti?Porque sim...acho que me poderia gostar de outra maneira.
E olha que gosto mesmo.
Beijo

Borboleta
O porquê da pergunta fiquei agora a saber pelas tuas palavras...cá me queria parecer que era isso.
Porquê?Que pergunta....porque tem mesmo de ser....porque nada o pode impedir...por tantas e tantas razões...
Beijo

Amanda
A resposta dás tu quando quiseres.
Caso te ocorra fazer a pergunta ficas já a saber a resposta....Porque me apetece.
Beijo

BReal
Concordo contigo quanto ás mulheres e até te digo que gosto que me façam perguntas...mais até do que não as façam.
A pergunta que fazem em determinads circunstãncia é porquê, mas isso tu sabes...e eu fazer-ta a ti.....hummmm
Beijo

Sofia
É sempre bom saber-te regressada.
Porque sim e acho que é a mesma razão porque gostas de fazer a pergunta.
Beijo

Hotman
A pergunta é porquê?...se és masoquista não sei e nem me ocorre perguntar-te porquê....rsrsrsrs...mas olha que tens bom gosto
Abraço, Amigo

Manefta
Ora nem mais.Por tudo isso que tu dizes, não podia estar mais de acordo.
Um Beijo de melhoras

11/18/2005 11:58 da manhã  
Blogger Carlos said...

Sutra
Mas eu concordo contigo...e vê lá que até gosto que me façam essa pergunta (e outras)...e também acho que não passo sem que ma façam.
P.S.Não achas que me poderia dar para pior? É que até costuma dar....
Beijo

11/18/2005 12:02 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home