<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d17438737\x26blogName\x3dPensar+de+Alto\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dTAN\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://pensardealto.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://pensardealto.blogspot.com/\x26vt\x3d3723253789723581049', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script><!-- --><div id="flagi" style="visibility:hidden; position:absolute;" onmouseover="showDrop()" onmouseout="hideDrop()"><div id="flagtop"></div><div id="top-filler"></div><div id="flagi-body">Notify Blogger about objectionable content.<br /><a href="http://help.blogger.com/bin/answer.py?answer=1200"> What does this mean? </a> </div></div><div id="b-navbar"><a href="http://www.blogger.com/" id="b-logo" title="Go to Blogger.com"><img src="http://www.blogger.com/img/navbar/3/logobar.gif" alt="Blogger" width="80" height="24" /></a><form id="b-search" name="b-search" action="http://search.blogger.com/"><div id="b-more"><a href="http://www.blogger.com/" id="b-getorpost"><img src="http://www.blogger.com/img/navbar/3/btn_getblog.gif" alt="Get your own blog" width="112" height="15" /></a><a id="flagButton" style="display:none;" href="javascript:toggleFlag();" onmouseover="showDrop()" onmouseout="hideDrop()"><img src="http://www.blogger.com/img/navbar/3/flag.gif" name="flag" alt="Flag Blog" width="55" height="15" /></a><a href="http://www.blogger.com/redirect/next_blog.pyra?navBar=true" id="b-next"><img src="http://www.blogger.com/img/navbar/3/btn_nextblog.gif" alt="Next blog" width="72" height="15" /></a></div><div id="b-this"><input type="text" id="b-query" name="as_q" /><input type="hidden" name="ie" value="UTF-8" /><input type="hidden" name="ui" value="blg" /><input type="hidden" name="bl_url" value="gatas-qb.blogspot.com" /><input type="image" src="http://www.blogger.com/img/navbar/3/btn_search_this.gif" alt="Search This Blog" id="b-searchbtn" title="Search this blog with Google Blog Search" onclick="document.forms['b-search'].bl_url.value='gatas-qb.blogspot.com'" /><input type="image" src="http://www.blogger.com/img/navbar/3/btn_search_all.gif" alt="Search All Blogs" value="Search" id="b-searchallbtn" title="Search all blogs with Google Blog Search" onclick="document.forms['b-search'].bl_url.value=''" /><a href="javascript:BlogThis();" id="b-blogthis">BlogThis!</a></div></form></div><script type="text/javascript"><!-- var ID = 6860457;var HATE_INTERSTITIAL_COOKIE_NAME = 'dismissedInterstitial';var FLAG_COOKIE_NAME = 'flaggedBlog';var FLAG_BLOG_URL = 'http://www.blogger.com/flag-blog.g?nav=3&toFlag=' + ID;var UNFLAG_BLOG_URL = 'http://www.blogger.com/unflag-blog.g?nav=3&toFlag=' + ID;var FLAG_IMAGE_URL = 'http://www.blogger.com/img/navbar/3/flag.gif';var UNFLAG_IMAGE_URL = 'http://www.blogger.com/img/navbar/3/unflag.gif';var ncHasFlagged = false;var servletTarget = new Image(); function BlogThis() {Q='';x=document;y=window;if(x.selection) {Q=x.selection.createRange().text;} else if (y.getSelection) { Q=y.getSelection();} else if (x.getSelection) { Q=x.getSelection();}popw = y.open('http://www.blogger.com/blog_this.pyra?t=' + escape(Q) + '&u=' + escape(location.href) + '&n=' + escape(document.title),'bloggerForm','scrollbars=no,width=475,height=300,top=175,left=75,status=yes,resizable=yes');void(0);} function blogspotInit() {initFlag();} function hasFlagged() {return getCookie(FLAG_COOKIE_NAME) || ncHasFlagged;} function toggleFlag() {var date = new Date();var id = 6860457;if (hasFlagged()) {removeCookie(FLAG_COOKIE_NAME);servletTarget.src = UNFLAG_BLOG_URL + '&d=' + date.getTime();document.images['flag'].src = FLAG_IMAGE_URL;ncHasFlagged = false;} else { setBlogspotCookie(FLAG_COOKIE_NAME, 'true');servletTarget.src = FLAG_BLOG_URL + '&d=' + date.getTime();document.images['flag'].src = UNFLAG_IMAGE_URL;ncHasFlagged = true;}} function initFlag() {document.getElementById('flagButton').style.display = 'inline';if (hasFlagged()) {document.images['flag'].src = UNFLAG_IMAGE_URL;} else {document.images['flag'].src = FLAG_IMAGE_URL;}} function showDrop() {if (!hasFlagged()) {document.getElementById('flagi').style.visibility = 'visible';}} function hideDrop() {document.getElementById('flagi').style.visibility = 'hidden';} function setBlogspotCookie(name, val) {var expire = new Date((new Date()).getTime() + 5 * 24 * 60 * 60 * 1000);var path = '/';setCookie(name, val, null, expire, path, null);} function removeCookie(name){var expire = new Date((new Date()).getTime() - 1000); setCookie(name,'',null,expire,'/',null);} --></script><script type="text/javascript"> blogspotInit();</script><div id="space-for-ie"></div>

segunda-feira, janeiro 09, 2006

A Apregoada Inveja Feminina

O meu amigo" MineteReal ", num dos seus últimos "posts ", suscitou a questão das diversas reacções de mulheres e de homens perante a ida ao cabeleireiro de uma amiga ou amigo.
Com tal exposição, cujo rigor e mérito não posso deixar aqui de louvar, parece evidente que a mulher é, por norma, um ser invejoso quanto às do seu sexo, apesar de utilizar uma linguagem que indicia o oposto, enquanto o homem, em regra, se mostra sempre de elevado companheirismo, apesar de se expressar de forma antagónica.
Tenho como bom para mim, que o meu querido amigo não andará longe da verdade, no que às mulheres diz respeito, mas já tenho dúvidas quanto ao que dos homens dali parece poder inferir-se.
O que acontece é que toda aquela prosápia que os homens utilizam e que, num primeiro momento, demonstra uma elevada camaradagem, não é mais que mero folclore linguístico e por sinal de elevado mau gosto.
A diferença está na forma e não no conteúdo.
As mulheres só têm esse tipo de conversa "falsa" com aquelas que não lhes inspiram confiança - quase todas as do seu sexo, diga-se - mas a quem , por diplomacia, não ignoram.
Já os homens têm esse tipo de discurso com aqueles que consideram como camaradas, porque se alguma suspeita tiverem sobre o indivíduo em questão, o paleio passa a ser outro e pouco diferente do das mulheres. É mais do tipo:
"Então como vai o meu querido amigo? Vem do barbeiro? Está com bom ar e cada vez mais novo....", e por aí fora.
Serve isto por dizer que sendo verdade tudo o que aquele meu amigo diz, os destinatários são diferentes, sendo que nessa matéria, o homens que são mais crédulos que as mulheres, utilizam mais vezes a linguagem de "irmão de armas", o que faz com que, muitas vezes, o destinatário do chorrilho de asneiras que acaba de cortar o cabelo, seja quem faz a tosquia em casa de quem tais impropérios profere.
Já a mulher, mais cautelosa, utiliza sempre a ironia com muita diplomacia, não deixando de desvalorizar a interlocutora como medida cautelar.
A mulher não corre o risco de ser atraiçoada pela amiga em quem confiou desmesuradamente, enquanto o homem nem coloca tal hipótese.
Expõe-se mais ao ridículo, coisa que a mulher não faz.
Um homem não desperdiça a oportunidade de ir para a cama com a mulher do seu melhor amigo, enquanto a mulher pelo menos hesita se do cônjuge da amiga se tratar e as mesmas reticências põe, ou talvez mais, caso a hipótese lhe surja com o mais que tudo do seu homem.
E a hesitação feminina só confirma a precariedade do conceito de solidariedade.
Precário, mas existente para ela, que para ele é mero pró-forma, porque só existe na linguagem
Isto porque ela aprendeu com as sucessivas mentiras dos homens e sabe que nem tudo o que luz é oiro, enquanto aquele, que de tanto mentir se descuidou na arte, de tão primário que é, como a linguagem o demonstra, julga-se com o rei na barriga quando ela está vazia.
Eu sei que muitas mulheres dirão que estou enganado e que elas mesmo são invejosas por natureza, invejando até a solidariedade entre os homens.
Se isso que dizem, mas que não pensam, fosse verdade, esse seria o seu único engano e o seu maior erro.
Elas estão bem cientes, fruto da experiência adquirida com o comportamento dos homens, que a solidariedade decorre das circunstâncias e que, se os interesses forem opostos, esvai-se em meros segundos.
Já os homens simulam por tudo e por nada a solidariedade, mas quando o devem ser nunca o são, ao contrário das mulheres.
Ela é que é solidária, não ele.
Ele é que mente, não ela.
No fundo o que acontece é que ela aprendeu depressa as regras do jogo, enquanto o homem, de tantas vezes enganar, até a si mesmo se aldraba.
Tenho cá para mim que aquelas que me vão comentar dirão que estou enganado e que aqueles que o fizerem também o mesmo dirão, o que me dará a felicidade de pelo menos numa coisa ter conseguido a unanimidade - o meu engano.
Embora quanto ao que as mulheres disserem, eu aceite com reticências e, do que dos homens vier, eu aceite convictamente.
Como homem que sou.
9 Comments:
Blogger sonia r. said...

Boa tarde, Carlos.
Nem sei o que dizer. Bjos.

1/09/2006 3:11 da tarde  
Blogger Sol said...

Revelas um grande conhecimento das hesitações femininas, assim como a suposta lealdade na amizade da mesma, contudo e mesmo assim, tudo pode ser uma forma de disfarçar verdadeiras formas de ser. A mulher tem a capacidade de inverter toda uma situação, levando o homem a achar exactamente aquilo que ela quer que ele pense... Não se trata de um jogo mas acaba por ser, visto ela saber manipular os resultados.
O homem é verdadeiro, pois todas as suas mentiras "previsíveis" são apenas o fruto de uma forma de estar, devido aos seus outros interesses.Eu prefiro o homem, pois sei como alimentar uma amizade sem querer colher os frutos.

;) beijinho

1/09/2006 10:55 da tarde  
Blogger Tiago_e_Sofia said...

COncordo em maior parte do que disseste.. pq é bem verdade...
Mas realmente a mulher tem a capacidade de vos fazer achar o que elas querem..
As mulheres só pecam por não serem mais unidas, mais "camaradas", pq senão... o mundo era de certeza NOSSO!!! :)
Beijokas

1/10/2006 10:32 da manhã  
Blogger sonia r. said...

Bom dia, Carlos.
Ainda a dormir? Bjos..

1/10/2006 11:44 da manhã  
Blogger xupelapisse said...

...

1/10/2006 3:38 da tarde  
Anonymous BReal said...

Há mulheres assim, há homens assado, neste mundo há de tudo, para todos os gostos e tamanhos e sobretudo há muito tempo livre para que certas pessoas vazias ocupem o seu tempo a pensar na vida e nas atitudes dos outros, e a achar que podem emitir opiniões sem essas lhes serem solicitadas. É um mal que tanto afecta mulheres como homens....
Beijos de mentes

1/10/2006 4:32 da tarde  
Blogger Carlos said...

Safo
Uma boa tarde para ti.Não dizer nada foi a resposta adequada.Brincava.
Beijos

Sol
Gostos não se discutem e aceitarás que eu prefira as mulheres.
Beijos

Sofia
E não é mesmo assim?
Beijos

Safo
Bom dia. A dormir não, mas ocupado com outras coisas.
Beijos

Breal
Os marcianos o quê?
Beijos

1/10/2006 9:44 da tarde  
Blogger {-Sutra-} said...

O que eu perdi ontem... esta dissertação sobre homens e mulheres - vocês andam apanhadinhos de todo os dois.. só pode - para andarem a perder tempo com ilacções dessas sobre homens, mulheres e a emitir opiniões.

Olha, eu devo dizer que não vou ao cabeleireiro - é algo tão raro como quase ir a um casamento, o que normalmente acontece na mesma ocasião.
Por isso, nem ligo a essas coisas fúteis.

Quanto a amizades - na verdadeira acepção d apalavra - tenho 2 enormes amizades - um rapaz e uma rapariga. Amizades diferentes, mas ambas intensas, puras e verdadeiras.

Não duvido que as mulheres por vezes são umas «cabras» para as outras, e apontam o dedo, ou tomam atitudes deveras desconcertantes.
Até aqui pela internet eu me tenho deparado com algumas personagens hilariantes desse género - e estranhas - que me fazem pensar se terão vida para além disto.


Carlos, continua assim a emitir a tua opinião que nós gostamos de te ler. :-)

Beijo doce

1/10/2006 11:19 da tarde  
Blogger Manefta said...

Benhe, só te digo que os há para todos os gostos, gajos que param no espelho do elevador e gajos que colam macacos por baixo da mesa, gajas que dão risinhos histéricos e futeis pk alguem cortou a porra do cabelo e gajas que são tuas amigas e na hora de seres promovida f****-te. Portanto só não concordo com uma coisita...com a distinção entre os sexos no que toca a isto, falainde-me da humanidade charles, mas tb é natural que as mulheres digam que preferem os homens e os homens as mulheres, esta porra resume-se tudo a sexo, são instintos prontes, pra kê contrariar?

1/13/2006 7:10 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home